Google+ Followers

domingo, 14 de junho de 2015

a primeira vez que um equipamento (robô) desenvolvido e fabricado no Brasil desfilará sobre a superfície de outro astro do sistema solar

Apesar dessa iniciativa não ser exatamente uma missão de exploração lunar, será a primeira vez que um equipamento (robô) desenvolvido e fabricado no Brasil desfilará sobre a superfície de outro astro do sistema solar, o que exigirá de seus realizadores o desenvolvimento de tecnologias ainda inovadoras no Paíse em alguns casos no mundo, que certamente no futuro serão essenciais para a pesquisa espacial brasileira.
.

.
No total, a competição que premiará o vencedor com um prêmio que pode chegar até 

a US$ 30 milhões, conta com 29 times de várias partes do mundo e para a equipe seja 

considerada vencedora, a nave – ou um veículo secundário carregado por ela – deve 

percorrer pelo menos 500 metros da superfície lunar e transmitir vídeos com qualidade 

para a Terra. Tudo isso deverá ocorrer até a meia-noite do dia 31 de dezembro de 2012 e 

se até lá ninguém conseguir tal feito, o prazo será estendido por mais dois anos, mas o 

prêmio seráUS$ 5 milhões menor.
.

.
Apesar dessa iniciativa não ser exatamente uma missão de exploração lunar, será a primeira vez que um equipamento (robô) desenvolvido e fabricado no Brasil desfilará sobre a superfície de outro astro do sistema solar, o que exigirá de seus realizadores o desenvolvimento de tecnologias ainda inovadoras no Paíse em alguns casos no mundo, que certamente no futuro serão essenciais para a pesquisa espacial brasileira.
.

.
http://lunar.xprize.org/content/spacemeta-and-acs-alcantara-cyclone-systems-signed-mou-lunar-micro-explore-mission-brasil