Google+ Followers

sexta-feira, 24 de julho de 2015

Alcântara Cyclone Space (ACS)

É uma empresa binacional constituída pelo Brasil e pela Ucrânia e resulta dos anos de negociações entre os dois países. A ACS foi formalizada a partir da assinatura do Acordo-Quadro sobre a Cooperação de Usos Pacíficos do Espaço Exterior, em 18 de novembro de 1999. Seu objetivo é comercializar e operar serviços de lançamento de satélites utilizando o veículo Cyclone-4 a partir do Centro de Lançamento em Alcântara (CLA), no Maranhão.
.
A tabela abaixo apresenta a estrutura organizacional da ACS:
.
.
Com sede administrativa em Brasília, as atividades da empresa abrangem transporte espacial e suporte a clientes. Sua infraestrutura é composta pelo Complexo de Lançamento, o Complexo de Preparação da Carga Útil, o Complexo de Preparação do Veículo Lançador e o Laboratório de Apoio às Teses. A ACS também conta com um escritório em Alcântara, cujo principal objetivo é desenvolver e promover atividades no centro sociocultural idealizado pela binacional.
.
.

EMPRESA

A Alcantara Cyclone Space (ACS) é uma empresa binacional Brasil-Ucrânia criada para o desenvolvimento e operação do Sítio de Lançamento do foguete Cyclone-4 a partir do Centro de Lançamento de Alcântara no Brasil para a prestação de serviços de lançamento espacial para os governos do Brasil e Ucrânia, assim como para clientes comerciais.
.
.

INFRAESTRUTURA GERAL


O Centro de Lançamento de Alcântara está situado nos arredores da cidade de Alcântara, próximo ao município de São Luis, capital do estado do Maranhão, no nordeste brasileiro.  A área ocupada pelo centro de lançamento é de cerca de 620 km2. O foguete Cyclone-4 será lançado a partir dos pontos com as seguintes coordenadas geográficas: 2°17' Sul, 44°23' Oeste.
As condições climáticas na área do Centro de Lançamento são favoráveis, sendo:
  • Existem duas estações nitidamente diferentes: estação chuvosa (de janeiro a junho), sendo 89% a precipitação média anual e a estação seca com 11% de precipitação média anual;
  • A temperatura média mensal é de +26.5°С;
  • A velocidade média do vento próximo à superfície terrestre (h=10m) ao longo do ano é de 6.5m/s;
  • A direção do vento na superfície da terra é na maior parte norte-oriental ou oriental.
O Centro de Lançamento de Alcântara inclui as seguintes áreas principais:
  • Área do Sítio de Lançamento Cyclone-4 composta (além das edificações do sítio de lançamento) pela Área de Armazenagem Temporária de Propelente e Posto de Comando;
  • Área do Complexo VLS-1;
  • Área do Centro de Controle de Missões;
  • Aeroporto;
  • Área residencial.
Ademais, está prevista a construção de um porto marítimo para atender o Centro de Lançamento.
Todos os elementos da Infraestrutura do centro de lançamento estão interligados às vias de acesso que comportam a entrega de cargas de grandes dimensões.
A área para controle das missões abriga:
  • Centro de Controle de Missões;
  • Estação de Meteorologia;
  • Estação de rastreamento via radar do foguete;
  • Equipamentos de telemetria;
  • Equipamentos de abastecimento elétrico e outros.
O Centro de Controle de Missões (MCC) assegurará suporte de campo, preparação e execução de lançamentos para atender as necessidades do SLE Cyclone-4 no que se refere à segurança de vôo, funcionamento dos equipamentos de telemetria, acomodação de convidados especiais, proporcionando a visualização da preparação pré-lançamento, bem como o vôo do Cyclone-4 e etc.
O  porto marítimo visa o recebimento, descarga, carga, armazenagem temporária e serviços de segurança para os componentes do lançador, propelente, equipamentos e outros sistemas espaciais embarcados (incluindo quaisquer embarques feitos pelo cliente do serviço de lançamento).
O aeroporto proporcionará o recebimento, descarga, carga, armazenagem temporária e serviços de segurança para os componentes do lançador, equipamentos e demais embarques (incluindo quaisquer embarques feitos pelo cliente do serviço de lançamento).
A infraestrutura do aeroporto do Centro de Lançamento prevê, em particular, a aterrissagem da aeronave Antonov-124, bem como a descarga, armazenagem e segurança das cargas que chegarem.
Ao longo do período de preparação pré-lançamento e do próprio lançamento, o Centro de Lançamento de Alcântara providenciará a moradia necessária, lazer e serviços médios para o pessoal do Sistema de Lançamento Espacial, assim como para o pessoal do cliente do serviço de lançamento.
.
Seguem, abaixo, algumas fotos das instalações do Centro de Lançamento de Alcântara:
.
Centro de Controle de Missões
Centro Técnico

Centro Técnico
Pista de Pouso - Aeroporto
Área residencial

Área residencial
                                                              
                                                                                  .
                                           Cooperação Internacional  com a   UCRÂNIA

A cooperação espacial com a Ucrânia teve início em 1995, com a vinda ao Brasil do presidente ucraniano Leonid Kutchma. Começou, pouco depois, a se consolidar a idéia de utilização do Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) para a realização de lançamentos de cargas-úteis brasileiras, ucranianas e de outros países. Ao Brasil caberia ceder o local e a infra-estrutura do CLA. Aos ucranianos caberia desenvolver o veículo Cyclone-4. Em 21 de outubro de 2003, foi assinado, em Brasília, durante a segunda visita ao Brasil do presidente Kutchma, o Tratado sobre a Cooperação de Longo Prazo na Utilização do Veículo de Lançamentos Cyclone-4. Esse documento criou a empresa binacional Alcântara Cyclone Space, que tem a seu cargo promover a realização de lançamentos comerciais.Os dois países concluíram, ainda, dois importantes acordos. O primeiro, um Acordo-Quadro sobre a Cooperação nos Usos Pacíficos do Espaço Exterior (novembro de 1999) e o outro sobre Salvaguardas Tecnológicas relacionadas à participação da Ucrânia em lançamentos a partir do CLA (janeiro de 2002).
2003
Estatuto da Empresa Binacional Alcântara Cyclone Space. Brasília, 21 de outubro.
2003
Tratado entre a República Federativa do Brasil e a Ucrânia sobre cooperação de longo prazo na utilização do Veículo de Lançamento Cyclone-4 no Centro de Lançamento de Alcântara (CLA). Brasília, 21 de outubro.
2003
Memorando de entendimento entre a Agência Espacial Brasileira (AEB) e a Agência Espacial Nacional da Ucrânia (AENU) sobre futuros projetos espaciais bilaterais. Brasília, 21 de outubro.
2002
Protocolo adicional ao memorando de entendimento entre a Agência Espacial Brasileira (AEB) e a Agência Espacial Nacional da Ucrânia (AENU) sobre a Utilização de Veículos de Lançamento Ucranianos a partir do Centro de Lançamento de Alcântara. Brasília, 18 de abril.
2002
Memorando de entendimento entre a Agência Espacial Brasileira (AEB) e a Agência Espacial Nacional da Ucrânia (AENU) sobre a utilização de veículos de lançamento ucranianos a partir do Centro de Lançamento de Alcântara. Kiev, 16 de janeiro.
2002
Acordo entre o Governo da República Federativa do Brasil e o Governo da Ucrânia sobre salvaguardas tecnológicas relacionadas à participação da Ucrânia em lançamentos a partir do Centro de Lançamento de Alcântara (CLA). Kiev, 16 de janeiro.
1999
Acordo-Quadro entre o Governo da República Federativa do Brasil e o Governo da Ucrânia sobre Cooperação nos Usos Pacíficos do Espaço Exterior.
Assinado pelo Ministro da Ciência e Tecnologia do Brasil, Ronaldo Mota Sardenberg, e pelo Diretor Geral da Agência Espacial, Olexandr Negoda, no dia 18 de novembro de 1999, em Kiev.
DOWNLOAD (.pdf | 44kb)
1996
Ata de Conversações entre a AEB e a Agência Espacial Nacional da Ucrânia (AENU). Brasília, 14 de junho.
1995
Declaração Conjunta entre a AEB e a Agência Espacial Nacional da Ucrânia (AENU). Brasília, 25 de outubro.
.